domingo, 20 de maio de 2018

Magazine

Em 1993, quando cheguei na Italia, tinha como destino inicial um hospital psiquiátrico que aceitavam voluntários. A minha ideia era que ao acabar o dinheiro, pudesse ficar mais um tempo na Europa fazendo alguma coisa neste hospital.

Depois de 40 dias de ter colocado o pé na Sicilia, vendo que dinheiro já estava acabando, me encaminhei para o hospital, em Trieste. Na chegada fui recebido imediatamente por vários voluntários latinos, que trabalhavam com saúde e logo já me arrumaram um lugar para dormir! Isto foi numa quinta-feira, na segunda havia reunião de voluntários junto com o responsável. Eu já fiquei preocupado. Por sorte logo vi muitos computadores na secretaria do hospital, procurei pelo responsável pela informatica e numa conversa rápida me disse que não havia nada que eu pudesse fazer nesses computadores mas que se eu soubesse PageMaker poderia fazer o jornal do hospital.


Na segunda-feira eu já tinha algo para falar na reunião, e foi muito bom! A primeira coisa que o responsável pelos voluntários me perguntou foi, "o que eu estava fazendo no hospital" se eu "não era da área". Argumentei que poderia fazer o jornal do hospital, que já havia falado com o responsável de informatica, ele imediatamente foi falar com ele e voltou me dizendo: "pode ficar". uff!


Nos 6 meses seguintes fui o Compaginatore do jornal "Good News" junto com a jornalista Perla Lusa que era quem escrevia as materias. Meu trabalho consistia em organizar o material que a Perla escrevia, imprimir em folhas A4 e depois xerocar umas 12 folhas A4 em 3 folhas A3. Acho que a edição era de uns 200 jornais. Eu mesmo distribuía pelo hospital as 6 edições que criamos.


O jornal falava sobre o que havia acontecido no hospital e na cidade e eu ainda coloquei o mapa do hospital e alguns horarios dos ônibus que passavam perto. Fora a capa, o "Sommario" e alguma piadinha ou vinheta que eu gostasse.


Foi algo que eu gostei muito de fazer e, lembrando disso estou pensando e gerar uma revista digital mensal, certamente não sera sobre o usuários de hopital psiquiátrico, entendo que sera sobre novas tecnologias e de coisas que eu venha aprendendo.


Acho que uma historia off-topic como esta acima pode ser incluída, não é?

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Quando achei que a evolução de mobilidade estava perto do fim, criam o Gear Fit 2

Comprei o Samsung Gear Fit 2 com a ideia de ter um Smartwatch e ver o que já está sendo possível fazer com eles. O que eu não sabia que ele é na verdade um computador completo!



Não podia imaginar que um relógio de 30g poderia vir com 2 processadores de 1Ghz, 512MB de RAM e 4GB de SSD. Ainda vem com GPS, Bluetooth e WiFi! E com uma bateria que dura o dia inteiro!

Quando comprei o Sony VAIO VGN-UX480FN em 2008 que tinha quase as mesmas configurações pesando meio kilo, já achava bom de mais! Agora tenho a mesma configuração pesando menos de um décimo!

O relógio roda uma versão de Linux adaptada para ele (com o nome de Tizen).

Entendo que nos próximos 2 anos veremos relógios funcionando como celulares produzidos por grandes empresas. Hoje já existe o Smartwatch Gear Chip Gt08, mas ele não tem a capacidade de processamento do Gear Fit 2 e a bateria dura muito pouco quando se usa para fazer ligações. Certamente não pesa 30g. Ou seja, ele é um "celular" que não consegue ser muito Smart nem muito Watch.

Este é o Gt08 com a cara do iWatch da Apple (que também não faz ligações) e custa somente u$d 10.



domingo, 25 de setembro de 2016

Servidores na nuvem: Cloudatcost.com

Ano passado encontrei um serviço de hospedagem interessante que permite comprar processadores, memórias e espaço em disco "avulso" e depois montar os servidores conforme as necessidades. O mais curioso deste serviço é o custo. Por U$D 35,00 é possível comprar um processador, 512 MB de RAM e 10 GB de SSD. A compra é definitiva (nunca mais se deve pagar mais nada) e junto vem 1 IP fixo válido e consumo de rede ilimitado.

Se isto é pouco ainda temos grandes promoções onde é possível pagar U$D 56,00 por 6 processadores, 6 GB de RAM e 60 GB de SSD.

No momento que estou escrevendo isto já comprei no último ano, com menos de U$D 100,00: 14 processadores, 10 GB de RAM e 150 GB de SSD. E vou usando o que preciso e o resto uso para testes.


Se consideramos que eu estava pagando U$D 10 por mês no Dreamhost ha mais de 5 anos e que agora não preciso pagar mais nada, entendo que fiz um ótimo negócio.

Eu vejo dois problema até o momento.
1) Os servidores não são 100% estável, quando caem precisa abrir um ticket na Cloud as Cost para levantá-los de novo. Por outro lado, como é muito fácil criar um novo servidor, a solução para isto é ter bem documentado o processo de criar um novo servidor e com isso o problema "está resolvido". Com isto, não recomendo o serviço para soluções críticas.
2) Não tem um serviço de DNS. Isto obriga a usar serviços de terceiros ou criar o seu próprio servidor de DNS que não é uma tarefa simples.
3) É possível que o serviço não consiga se sustentar para sempre com este modelo, mas como já estou ha mais de um ano usando o serviço, já posso considerar que deu certo para mim. E não posso esquecer de fazer backup!

O serviço é o Cloudatcost.com

domingo, 11 de janeiro de 2015

Retrospectiva de mobilidade

Se tem algo pelo qual sempre busquei, foi a mobilidade.

Em 1987, quando fui comprar com meu pai meu primeiro computador, o que mais gostei era de um trambolhão da marca Sharp que podia ser transportado. Devia pesar mais de 5 kg, mas só pelo fato de poder ser transportado eu já estava gostando. Se não me falha a memória, devia ser este modelo, ou outro do mesmo estilo.



Acabamos comprando um 286 desktop normal com 40Mb de HD e 2Mb de memória, com monitor de fósforo âmbar, nada portátil! Algo parecido com a foto abaixo:


Algum tempo depois, na viagem que fiz para Itália em 1993/1994, encontrei um notebook chamado Olivetti Quaderno, existiam em duas versões, uma com processador XT de 16MHz e outro com processador 386 de 20MHz. Como eu tinha pouco dinheiro e a diferença de preço era muito grande, acabei comprando o XT. Este computador foi chamado do primeiro netbook pois pesava pouco mais de 1kg e era um computador de verdade. Estamos falando de mais de 20 anos atrás! Lamentavelmente usei muito pouco tempo ele pois me foi roubado na estação de trens de Milão durante a própria viagem. Mas nele, consegui instalar um software com as rotas da Europa no estilo do Google Maps de 20 anos atrás que usei durante a viagem.


Em 1998 novamente encontrei um dispositivo portátil, nos moldes de Quaderno mas agora com um Intel Pentium 75 MHz, 16 MB RAM, 810 MB hard disk e tela de 6.1-inch TFT! Pesando 850g! Era o Toshiba Libretto 50 Este sim usei e muito, no final da sua vida chegou a ser um servidor de Web (Microsoft IIS) portátil.


Se passaram 10 anos para voltar a comprar um novo portátil, desta vez foi em 2008 no Chile que encontrei o Sony VAIO VGN-UX480FN. Un notebook de meio quilo! Ele foi lançado pouco antes dos Netbooks, era o momento onde os computadores realmente portáteis estavam começando a se popularizar. O problema do Sony era que sua bateria durava pouco mais de duas horas e sua tela era realmente pequena (4.5") para usar com Windows. 


Por último, a mais recente adquisição eu trouxe do Japão. Das não poucas novidades encontradas por lá,  achei o Lenovo Miix 2 de 8", um computador/tablet com Windows 8.1 com 4 processadores e 2Gb de RAM, HD SSD de 64Gb e entrada para cartão Micro SD onde coloquei mais 64Gb. Para ajudar no uso, já tinha um teclado bluetooth "Microsoft Wedge Mobile Keyboard". A solução ficou muito bonita mas não é tão prático quanto deveria. Acabo precisando colocando para carregar vários dispositivos e preciso "montar" o kit cada vez que preciso usá-lo.. 

A grande vantagem deste computador é que pode ser carregado com carregador comum de celular o que permite ter um carregador externo portátil que da carga por mais de um dia! Comprei este carregador no Japão:
Com isto chegamos à mobilidade total, onde pela primeira vez podemos estar longe de todas as tomadas com um computador por mais de um dia,


Segue abaixo um resumo das características comparando os dispositivos móveis ao longo do tempo:



quarta-feira, 23 de julho de 2014

Checkpoints da mobilidade

Estou gostando de deixar os checkpoints da mobilidade...

Status atual: Tablets  (de R$600) com teclados (de R$65) e bateria de 5 a 10 horas, baterias portateis  (de R$70 a R$250) que aumentam a vida dos dispositivos em dias, sinal 3G e 4G (de R$100 por mes) que permitem estar conectado em "cualquer lugar". Isto permite acessar conteudo na nuvem que ja esta ficando muito bom, servicos como Netflix e radios online permitem acesso a filmes e musica com baixo custo. Para completar, os proveedores de internet ja comecam a oferecer upload de 20mbit a custos razoaveis mas nao em qualquer lugar.

Estou com dificuldades de pensar o que falta, bom sinal!

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O futuro chegando?!

Em 2007 escrevi que estava esperando um pendrive de 1Tb para poder carregar toda a minha biblioteca como sinônimo de "portabilidade". O tempo passou e ontem, a Kingston lançou o tal sem preço definido. Mas hoje o espaço que eu preciso está perto do 4Tb, e para "complicar", os novos dispositivos não tem entrada para pendrives... A solução que mais parece viável a longo prazo são os storages (como o d-link DNS-323) com discos de 2Tb com acesso via internet. Para isso, precisamos de um IP válido e um reteador redirecionando o acesso ao storage, alem de uma taxa de upload de pelo menos 10Mb que ainda não está dsiponível . Os IP v4 estão chegando ao fim e estão caros ou raros, o IP v6 está próximo e espero continue permitindo o acesso via port forwarding (preciso estudar este assunto).

Pelo visto ainda faltam, alguns poucos anos para termos portabilidade.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

HTML5

Ótimo exemplo de HTML5 com 3D

http://www.benjoffe.com/code/

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Agora já deram o nome de Cloud computing

Quando comecei este blog, em 2007 o fiz questionando a capacidade da portabilidade utilizando os pen-drives de 1Tb que ainda não existem. Já temos hd de 2.5" de 1Tb mas mesmo assim é muito arriscado andar com eles na rua podendo perder tudo com uma queda ou roubo dele.

Hoje algumas coisas estão permitindo chegar mais próximo do que eu espero em relação à portabilidade. O que temos hoje:
  1. A minha internet é de 4Mb tanto para download quanto para upload por $35 por mês.
  2. A hospedagem do Dreamhost se tornou ilimitada por $10 por mês.
  3. Começaram a surgir opções de ver filmes em qualidade inferior à de DVD diretamente pela Web.
  4. HTML5 começando...permitirá ver video em qualquer dispositivo...?
  5. WebGL começando...permitirá jogar jogos 3D via browser.
  6. Músicas já podem ser ouvidas diretamente de um site sem precisar esperar pelo download.
  7. PDF podem ser lidos com o Viewer do Google Docs
  8. Outros formatos de livros já eram possíveis ha 3 anos.
  9. E-mail, facebook, twitter tudo já é on-line
  10. Desenvolvimento via web começa hoje comigo usando WebGL :)
Por outro lado, o HD de 1.5Tb custando $120 permitiu armazenar localmente TODOS os filmes que eu quiser mesmo em qualidade HD. Os filmes em 3D ainda estão proibitivos para ver em casa.

sábado, 29 de março de 2008

Instalando o Windows XP do zero

Veja a matéria publicada em Soluções e Problemas sobre como reinstalar o XP do zero!

http://solucaodeproblemas.blogspot.com/2008/03/instalando-o-windows-xp-do-zero.html

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Problemas e soluções

Acompanhe as soluções encontradas ao problemas que basta decorar a solução. Criei um blog somente para registrar aqueles probleminhas onde a solução deve ser decorada e não tem como ser resolvido se não lembrar-mos da solução.

http://solucaodeproblemas.blogspot.com/

domingo, 23 de dezembro de 2007

Já é um começo

Não sei se todos tem hoje o mesmo problema que eu, hoje uso pelo menos dois computadores, o do trabalho e o de casa. Para manter as informações nos dois lugares "sincronizadas" preciso fazer o seguinte:
  • Os favoritos são sincronizados com o Foxmarks.
  • Meus dados pessoais carrego no pen-drive de 2GB.
  • Os plug-ins do Firefox não ficam nunca iguais.
  • Os arquivos do trabalho ficam no trabalho (até porque não é permitido outra coisa).
  • As fotos, músicas e filmes, ficam em casa no HD externo de 500Gb, como é "portátil" (pesa dois quilos) pode ser levado para "qualquer lugar".
Que falta?
Falta que ao desligar o computador no trabalho, chegando em casa, ele esteja no mesmo ponto que eu deixei ele no trabalho! Estou pedindo muito? Acho que não, até porque o pessoal que faz o Firefox já começou a pensar nisso!!
Como podem ver no Meiobit, já está em fase beta, um plug-in que permite manter o próprio Firefox (já é um começo) do jeito que o deixamos em qualquer outro computador, inclusive as páginas que deixamos abertas no computador de trabalho continuam abertas no computador de casa ao entrar nele!
Como falei no post anterior, existem computadores virtuais que deixariam fazer se eles funcionassem corretamente, entendo que estará pronto este plug-in muito antes que o g.ho.st funcionar rápido e sem problemas.

sábado, 8 de dezembro de 2007

Virtualização

Tudo bem, vamos imaginar que temos um pen-drive de 1TB, que possa ser acessado por WIFI de alta velocidade. De onde? Como seria acessado, precisaríamos de um computador que poderia ser o N810 da Nokia ou o UX280 da Sony. Mas, se já temos um computador com acesso a internet 3G, para que precisaremos do pen-drive? Poderíamos acessar nossos filmes, música e livros pela internet, onde o HD esteja em algum lugar seguros, com backup diário sem riscos de perdê-lo. Para isto seria melhor que, inclusive que nossos favoritos,e-mails, documentos e planilhas e até a configuração do nosso computador estivesse neste HD.
Parece que até estou inventando algo novo... a Google já está fazendo isto aos poucos, quando entramos no site google.com e usamos nossa conta Google, estamos "quase" ( e ainda falta MUITO) no ambiente de trabalho onde podemos colocar nosso documentos e planilhas, podemos ver nosso mail, a até a agenda. Por que digo que falta MUITO? Porque o espaço é pequeno, 5Gb é 0,5% de 1Tb. Porque não posso colocar minha biblioteca lá, nem a videoteca. Porque o Word e fraco e o Excel é lento!. Porque falta MUITO mesmo ainda.
Temos outras opções que também estão engatinhando como o G.ho.st que tenta ser um computador remoto mas não permite nem ler PDF, muito menos guardar um filme. O mais interessante que achei dele é que como tenta ser um computador remoto, tem um browser interno que nos permite navegar em qualquer site quase que anonimamente. Por outro lado, mesmo usando um processador dual core ele não ficou muito rápido, porque quase todo o processamento é local e o simulador é todo feito em Flash, que somente é flash se o computador também o for. Hoje uma solução que acho melhor que essa é colocar um computador em casa e acessá-lo remotamente com VNC ou LogmeIn, mas continuamos com o problema de assistir nossa videoteca....

Está difícil, continuaremos esperando...

PS: Olha este site oferecendo 50Gb de graça!! Já é 5% do que eu quero...

domingo, 2 de dezembro de 2007

Em quanto o Pendrive de 1TB não chega

Em quanto esperamos o lançamento do pen-drive de um TB vamos ver as opções que temos hoje de portabilidade. Já que não usamos mais o computador somente para digitar cartas no processador de texto vamos colocar alguns desejos que possam ser portados:
O primeiro desejo tem que ser o acesso a internet. Imagine acessar de qualquer lugar. O acesso a internet nos permite ver e-mail, noticias, VOIP, pesquisas em geral e, quando o acesso a internet for realmente rápido vamos poder guardar nossos filmes, músicas e livro na internet e não vai ser necessário o pen-drive de 1TB.
Como ainda a internet banda-larga não é tão larga assim, o segundo desejo poderia ser um HD grande o suficiente para colocar alguns filmes no formato DivX, algumas horas de música e vários livros em PDF. Eu acho que já estão começando a entender o meu pen-drive de 1TB...
Como desejos opcionais podemos colocar uma webcam para videoconferência, um GPS e um espaço para guardar um pequeno fone de ouvido stereo bluetooth, que ainda não existe :-( para assistir os filmes e ouvir música.

Que opções existem hoje para isto?
  • O mais interessante é o UMPC (Ultra-Mobile PC) o Sony VAIO VGN-UX380N que em meio quilo consegue colocar um PC completo com 1Gb de RAM e um HD de 40Gb, onde poderíamos carregar algumas coisas. Inclusive tem entrada USB para plugar o pen-drive de 1TB :-) Como este computador tem WI-FI, Bluetooth e entrada para SIM Card (o chip do celular), temos a melhor solução de portabilidade conhecida no momento. Eu não sei se todos entendem que com estas características é possível acessar internet utilizando uma rede sem fio (com WI-FI), ou via um celular (com bluetooth) ou transformando o aparelho num celular, colocando um chip de uma operadora GSM.
  • Como segunda opção temos o N810 da Nokia que não tem HD grande mas tem entrada para cartões de memória, que em breve chegarão a 1 TB?!?!? Ele vem com acesso a internet via WIFI e bluetooth, GPS e webcam.
  • Por último temos o iPod Touch que acessa internet via WIFI e tem 8Gb ou 16Gb de espaço para filmes, músicas e livros.
Eu acho que estamos muito longe da portabilidade, somente quando possamos andar com um óculos escuro com fone de ouvido integrado onde possa ser colocado aquele cartão Micro SD de 1Tb com toda a coleção de música de todas bandas que gostamos, com pelo menos uns 100 filmes e todos os e-books dos livros que já compramos, com reconhecimento do movimento dos olhos para avisar que queremos mudar de música, ai sim, estaremos falando de portabilidade. É claro que quando este óculos se transformar em lentes de contato...

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Portabilidade

Portabilidade? O que é portabilidade? As coisas que usamos são portáveis?
A idéia que eu tenho de portabilidade é que não ocupe espaço e/ou que não incomode de carregar. Nós não nascemos com porta-copos, mas já nos acostumamos a usar roupa, relógio, brinco, óculos e chaveiro. Ultimamente fomos nos acostumando a usar celular, seja no bolso, na bolsa das mulheres ou pendurado do cinto da calça. Com isto temos duas possibilidades, integramos a tecnologia às coisas que já estamos acostumados a usar ou, tentamos fazer com que as pessoas passem a se acostumar a carregar mais alguma coisa com elas.

Hoje, usamos "acessórios" principalmente para nos comunicar com outras pessoas e organizar nosso dia. Aos poucos começamos a usar GPSs para saber onde estamos dentro do planeta. Ainda existem muitas coisas que ainda não conseguimos fazer "portabelmente". Algumas em breve conseguiremos, outras nem tanto.

Para começar, ver um filme numa tela de 5 centimetros não é nada bom, o fone de ouvido resolve o problema do som, mas ainda falta melhorar a imagem. Porqué não fizeram oculos wide-screen ainda? A tecnologia já existe. Será que o óculos também, mas não vingou? Ontem vi que lançaram um óculos para ver filme. Será que vai vingar? Tudo bem, podemos resolver, por enquanto o problema da tela com um notebook, mas e os filmes? Eu gostaria poder carregar comigo os filmes que eu tenho em casa, considerando que eles foram gravados digitalmente, quero carregá-los digitalmente comigo.

Vamos analisar a opções que temos hoje, final de 2007 para carregar os filmes....
A melhor opção que imagino é um pen-drive fazendo parte do meu chaveiro que entendo que estamos acostumados a carregar. Um pen-drive que não muito caro é o de 4G, mas nele não cabe nem um filme! O maior pen-drive que existe tem 128Gb, não é pouco mas ainda está MUITO caro. Eu sempre falo que somente vou ficar satisfeito com meu pen-drive quando ele tiver 1TB. Podemos acrescentar ainda um WIFI padrão "n" para que o acesso fique BOM
Existem sites que hospedam grandes quantidade de GB por um preço relativamente barato como o Dreamhost.com e proximamente o Google, mas o problema destes meios de armazenamento é forma que temos para acessá-los. Com links de 2Mb não é nada bom colocar ou baixar um filme de 5GB. E se queremos ver este filme no carro, ai se torna realmente inviável.

Espero que tenha gostado desta análise.

PS: Valeu Zé Fofinho pela força! :-)

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Até que enfim favoritos mobiles!

Em 1999 criei meu primeiro site chamado bigbank.com.br, nele coloquei uma página que me permitia cadastrar os sites que eu visitava para que, quando estive-se em outro lugar pude-se mostrar para as pessoas o site que eu tinha visto. Depois disso pensei em integrar o site com os favoritos do Internet Explorer.
Pouco tempo depois apareceu o site chamado elefante.com.br que lembrava de tudo, tudo indicava que seria um grande sucesso e parecia que colocaria a questão dos favoritos dentro dele...como eu não tinha o conhecimento necessário para integrar meu site com o Internet Explorer e o novo site chegando, acabei deixando de lado a "invenção". Hoje, 8 anos depois, com o elefante caido no esquecimento, encontro uma simples mas poderosa Extensão do Firefox que faz exatamente o que eu tinha planejado, se não melhor e de graça.
O "Foxmarks Bookmark Syncronizer" armazena num "bigbank" os meus favoritos e posso sincronizá-los onde eu estiver com o Firefox que estiver usando. Caso precise acessar os favoritos de uma máquina que não seja minha, posso fazé-lo no endereço http://my.foxmarks.com/. Recomendo!

domingo, 10 de junho de 2007

Joguinho da Paris Hilton?!?!?

Eu queria entender como pode ser feito um jogo em tão pouco tempo e com tanta criatividade!
Para quem não sabe, Paris Hilton foi presa e deve ficar 45 dias na prisão...isso foi ontem, hoje já tem um jogo para você imprimir placas com a cara dela. Será que já existia o jogo e somente trocaram a cara? Espero que sim....

J2ME Ubuntu Netbeans

Depois de instalar corretamente o Ubuntu, baixei o Netbeans 5.5.1 que vem junto com o jdk 1.5.0_12 (Boudle). Instalei eles (Netbeans+jdk) simplesmente clicando duas vezes no arquivo baixado, assim como faria no Windows. Após a instalação (next, next, next...) foram criados os icones tanto na area de trabalho quando no menu Aplicações/Programação. Executei o Netbeans e tudo funcionou sem problemas.
Muitos usuários de Windows achariam esta instalação normal, mas os usuários do Linux sabem que isto não era normal até pouco tempo atrás.
Depois de verificar que o Netbeans estava funcionando corretamente, passe para a instalação do módulo Mobile. Ao procurar no google, "cai" numa página que me permitia baixar a versão 5.0 do mobile pack...não funcionou...Procurei melhor e baixei a versão 5.5.1, desta vez não bastou clicar duas vezes no arquivo baixado, aqui tive que informar qual jdk devia usar colocando o javahome na linha de comando.

Para testar o mobile pack abri e executei os exemplos que aparecem nos projetos de exemplo na tela de Bem-vindo.

Mais informações procure aqui http://www.netbeans.org/kb/55/mobility.html

sábado, 9 de junho de 2007

Parabenizando à pessoa errada

Na semana passado fiquei muito contente quando meu notebook passou a funcionar com a nova versão do Kurumin R2. Verifique que minha placa wi-fi funcionava sem nenhuma alteração ou configuração adicional logo apos instalar o Kurumin, porém....a detecção funciono somente uma vez, perdendo a configuração a cada boot.

Como disse no dia 4, a suspeita de que podia estar parabenizando a pessoa errada era que a correção não tivesse sido feita no Kurumin e sim no kernel do Linux. Por isso, peguei meu CD do Ubuntu 7.04, instalei por cima do Kurumin e fiz a atualização do Kernel usando outra placa Wi-fi USB Planet que funciona em qualquel linux, e após o boot tudo estava funcionando perfeitamente!!

Conclusão, meu notebook está do jeito que eu queria que estivesse no dia que comprei ele, com Linux Ubuntu, com a rede Wi-Fi funcionando e com cada programa que estou instalando sem problema nenhum!!

De qualquer maneira os parabens para Carlos Marimoto continuam valendo pelo excelente trabalho feito no Kurumin.

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Chuva de UMPC econômicos

Prezados!
Se seguimos o raciocino da noticia que aparece no site do Guia do hardware teremos uma chuva de sub-notebooks no ano que vem a preços interessantes!

Acho incrível a idéia de poder ter um computador realmente portátil. Acho muito interessante que possamos carregar um computador assim como hoje andamos com nossos celulares. Se continuarmos nesse ritmo, acho que no ano 2008 teremos essa chance...

segunda-feira, 4 de junho de 2007

Kurumin 7 r2

Agora sim! Até que em fim achei uma distribuição Linux decente onde funcione a placa Wi-Fi Ralink que veio no meu notebook!
Em novembro do ano passado comprei o Notebook Positivo Mobile L21. Ele veio com uma distribuição de linux cheia de bugs. Procurei outras instalações mas nenhuma reconhecia a placa de rede Wi-Fi que veio com o notebook...até hoje. Algumas versões que baixei simplesmente não reconheciam a placa, outras distribuições, como o Ubuntu, travavam após 3 minutos de uso. Hoje, depois de baixar o Kurumin 7.0 R2, constatei que ele está funcionando corretamente e que funciona muito rápido, mais rápido que o Ruindows e que o Ubuntu 6.04.
Talvez esteja parabenizando a pessoa errada, mas não importa.
Parabéns xará! (Carlos Marimoto)

Por qué criticam tanto o Foleo?

Achei muito curioso nestes dias, após o lançamento do Foleo, as críticas que ele recebeu!!
Que não é um notebook, nem um PDA?!?!?
Eu queria entender melhor para que as pessoas usam o computador, eu uso principalmente para acessar internet, ler noticias, ebooks e emails. A maioria das aplicações estão se tornando on-line, em breve não precisaremos instalar mais nada no nosso computador, com as aplicações do Google, não fará mais sentido nem ter HD...tudo pode estar na WEB.
O Foleo, ao meu ver, tem tudo que eu preciso:
  • É leve e pequeno,
  • Boa bateria,
  • Bom teclado e tela,
  • Wi-Fi, Bluetooth e conexão simplificada para o Treo
  • Espero que seja rápido o suficiente para funcionar com páginas com Flash e ainda...
  • Poderei acrescentar aplicações assim sempre foram conhecidos os Palm´s
Entendo que deve chegar ao por uns R$1500, podem achar caro se comparado com os notebooks de R$1800 que já estão no mercado... mas não esqueçam que os notebooks pesam o dobro que o Foleo, qualquer PDA com PocketPC e Wi-Fi custa mais que um notebook desses...a portabilidade não é barata.

Boa sorte Foleo, eu espero poder comprar-te!

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Softwares que uso

A pouco tempo um amigo me perguntou que softwares eu usava, se existia algum software novo que eu conhecesse. Eu olhei para ele com cara de "sei lá", não soube responder.

Agora, pensando um pouco (e olhando o meu pen-drive) percebi que uso muitos programinhas, mas curiosamente ou não, todos são free, salvo exceções como o Nero que veio junto com o gravador de DVD.

O programa que mais uso é o Firefox, ele é o único navegador que uso. Com ele uso uma série de "Complementos" que adicionam funcionalidades muito práticas como:
- Notificador de e-mail no GMail (GMail Notifier)
- Previsão do Tempo (Forecastfox)
- Zoom em imagens (Image Zoom)
- Verificador ortográfico em português, etc.

90% do tempo uso o Firefox, com ele leio noticias em vários jornais, escrevo este blog, procuro a hora de filmes em cinema, faço as compras do supermercado, e outras tarefas que comentarei em outra ocasião.

Outros programas são:
- AVG Free Antivirus
- Acrobat Reader (Leitor de PDFs)
- VNC para acessar ou outros computadores da casa
- Startup para retirar programas indesejados
- Nero para gravar CDs e DVDs
- 7Zip para compactar e descompactar arquivos
- OpenOffice para arquivos off-line e Google Doc para arquivos on-line

Todos estes arquivos pode ser baixados e/ou procurados na internet e são de graça!

Amanhã continuo...

Compartilhar Banda WIFI

Eu já tinha pensado uma solução como esta mas fui superado....

Nove anos atrás solicitei uma conexão de 56kb com modem US Robotics Currier e compartilhei internet com cinco vizinhos para que todos pudéssemos ter internet 24hs a um custo muito baixo para a época em que poucas pessoas tinham esse serviço.

Hoje já temos banda larga (2Mb) para a maioria das pessoas mas se eu sair de casa, fico sem internet...por isso tinha pensado que se cada um de nos compartilhasse um pouco da sua banda todos poderíamos ter internet em qualquer lugar, pagando somente a nossa internet.

Acabei de descobrir que já inventaram esse serviço criando um aparelho que faz esse serviço, isolando nossa rede, permitindo compatilhar um pouca da nossa internet sem o risco de ser invadidos!!

Vejam isto: FON

Somente falta chegar ao Brasil, tenho certeza que dará muito certo por aqui.

terça-feira, 29 de maio de 2007

Preço de Monitor LCD

Hoje verifiquei que já podemos comprar monitores de LCD de 17" por 500 reais e o de 19" por 750! Este preço é a vista mas é na Barra da Tijuca.

Veja no endereço abaixo:
http://www.boadica.com.br/mega2000/

PS: Não tenho nenhum vínculo com esta loja....